O que sua marca aprendeu na quarentena?


Imagem da marca de upcycling Farrapo Couture

Esta semana conversamos com alguns parceiros, prestadores de serviços e proprietários de marcas locais para trocar ideias e descobrir o que a sua marca aprendeu com a quarentena.

Desde o início da pandemia, os pequenos negócios foram os afetados pela queda no consumo. Mas também, como agentes de inovação e catalisadores das mudanças, são os que mais rápido de reinventam para se adequar às novas demandas de mercado. São criativos, e com pequenas ações imediatas é possível tomar fôlego para passar por essa crise e ainda se manterem relevantes e competitivos. Aqui fizemos um resumo de estratégias de negócios adotadas por esses profissionais que entrevistamos:


  1. Compreender seus talentos, suas habilidades e competências e como aplicá-las no seu negócio. Entender a sua essência e comunicá-la sem medo de julgamentos e exposição. Desta forma você se conecta com as pessoas que compartilham dos seus valores e criam uma rede de apoio e colaboração.

  2. Usar este tempo para aprender mais sobre seu segmento, se profissionalizar em algum tema importante para seu negócio, assumindo assim novas funções que antes eram terceirizadas, ou ainda delegando com mais segurança.

  3. Repensar o branding, a cara da marca, a identidade visual. A imagem da sua marca está alinhada aos seu propósito?

  4. Apostar em uma estrutura física enxuta e direcionar suas energias no mercado online. Mas sem esquecer, que mesmo virtualmente, as pessoas querem se conectar com pessoas.

  5. Priorizar fornecedores nacionais para não comprometer os prazos e entrega dos pedidos.

  6. Ser flexível nos processos, planejamentos, produção. Criar minicoleções e testar o mercado com uma produção enxuta, sem excessos. Escutar seu cliente e entender qual a sua atual demanda.

  7. Priorizar sempre que possível, matérias-primas como tecidos inteligentes ( antibacterianos, antivirais), biodegradáveis, de maior durabilidade e atemporais, que podem agregar valor e facilitar a vida dos clientes, com funcionalidades que fazem sentido no seu dia a dia.

  8. Criar uma rede de apoio, compartilhar suas angústias, dificuldades, conquistas. Se abrir à novas conexões e possibilidades de trabalho. O futuro é plural e coletivo!

  9. Fazer a diferença na vida das pessoas que trabalham com e para você. Apoiar e valorizar quem está ao seu lado. Ser responsável pelas suas escolhas que irão construir o futuro!


Obrigada à vocês que colaboraram @camilima_a , @revivalbrasil, @frwdigital, @lluvia.brand, @farrapocouture, @joiasperformaticas, @ferpaludo. Somos uma rede, e juntos somos mais fortes.


#pequenasempresas#apoieospequenos#marcasautorais#empreendedorismodemoda#rededeapoio#locavorismo#ressignificaçãodolocal #marcaslocais #marcasindependentes #vempramescla #empreendedorismo

3 visualizações0 comentário